31.5.09

GOSTOSONA?

Algum amigo, conhecido ou mesmo um estranho te chamou de “lindona”, “gostosona” ou algo parecido nos últimos tempos?
Sabe que comecei a pensar sobre isso, porque ultimamente tenho recebido elogios do tipo: “nossa, você está lindona...”, ou então a chamada no msn diz: “ e aí, bonitona?”.
Qual o motivo do superlativo???
Estou achando que aí se esconde uma contradição.
Depois dos trinta, tem muita coisa que muda (além das curvas) na vida de uma mulher.
A maneira mais calma e madura como entendemos o mundo, o equilíbrio nas relações, as prioridades.
Acho que o jeito como os outros nos veem também varia...
Se ganhamos uns quilos, mas nem por isso deixamos de ser admiradas, o “linda” vira “lindona”.
Talvez o cara até nos admire por outras virtudes. Só que não consegue mentir que estamos assim tão bonitas... e então solta um: “bonitona”.
Pra mim não é nada agradável, assim, de repente passar a ser chamada de “bonita”, pra “bonitona”.
Quando passa uma gostosa de biquíni na praia, o cara pensa: “ nossa, que gostosa” e não “que gostosona”, rs.
Quando a gente quer elogiar uma amiga que está muito bem, falamos: “nossa, você está bonita!” e pronto. Pense na última amiga que você chamou de bonitona e você vai entender o que estou tentando dizer.
Ainda acho que ser sincero é o melhor remédio. Ao invés de elogios atravessados seria melhor enaltecer qualidades que ela realmente tem.
Mulher madura sabe o que é prioridade na sua vida.
Se ela quiser ser “gostosa” fisicamente, troca o investimento em estudos ou na carreira, pela cirurgia plástica e fica feliz assim.
Mas isso é assunto para um outro texto...

27.5.09

MULHERES NO CIO???


Nestes dias, uma conversa com um amigo me fez reler um destes livros do tipo “homens fazem sexo e mulheres, amor”. Pode parecer cultura inútil, mas nós mulheres adoramos. E às vezes esse tipo de leitura até ajuda a nos conformarmos com alguns defeitos masculinos.
Voltando ao papo com meu amigo, ele me questionava sobre períodos em que nós, “fêmeas”, nos sentimos mais dispostas sexualmente, quase incontroláveis.
Sabe aqueles dias em que inexplicavelmente você é capaz de sair com um cara que nunca viu na vida e acabar na cama achando que é o homem da sua vida?
Então... teoricamente isso não tem nada a ver com a “sintonia” entre vocês e provavelmente este relacionamento não vai durar mais do que algumas horas!
A ciência explica!!!! Pelo menos é o que encontrei no livro...
É culpa é dos hormônios! Provavelmente você estava no seu período fértil.
E parece que a justificativa vem lá nos nossos instintos mais primitivos.
A grosso modo, seria como acontece com os animais: a cachorra, por exemplo, só aceita o macho quando está fértil.
Vai saber, né?
O que sei é que esses “altos e baixos” me atormentam constantemente, primitivos ou não. E às minhas amigas também!
Se Freud ou Darwin explicam, não sei...
...
(foto da internet, autor não identificado)

25.5.09

TODO AMOR QUE HOUVER NESSA VIDA

Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria...


letra: Frejat / Cazuza

QUASE UM SEGUNDO

Eu queria ver no escuro do mundo
Onde está o que você quer
Pra me transformar no que te agrada
No que me faça ver
Quais são as cores e as coisas pra te prender
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo, depois te amo mais
Teus pelos, teu gosto, teu rosto
Tudo que não me deixa em paz
Quais são as cores e as coisas pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?

letra: Herbert Vianna

17.5.09

O FRIO DA SUA AUSÊNCIA

Enfim, o frio!
Cheguei à conclusão de que no inverno quase tudo nos induz à depressão.
Nos isolamos em nossas casas fechadas, nos nossos quartos, na cama com a companhia “virtual” dos personagens da tv.
O ar gelado corta a alma e traz a saudade do abraço... do calor de quem está longe.
Para mim, nestes dias cinzas o computador tem sido amigo.
Passo horas procurando nele o calor do afago que não tenho.
As palavras escritas batem duras e geladas no coração.
Quanto carinho pode estar bloqueado dentro dessa máquina? Não consigo sentir...
Mas ainda são elas que me trazem um pouco de conforto.
Abro um vinho... a bebida torna as coisas menos sérias. Diminui as distâncias, o tédio.
Não quero fazer disso um drama na minha vida. Afinal já se foram tantos invernos...
Este é só mais um e vai passar...

12.5.09

OS MANDAMENTOS DO JORNALISTA

E incrivelmente é tudo verdade!!!!

1º) Não terás vida pessoal, familiar ou sentimental...
2º) Não terás feriado, fins de semana ou qualquer outro tipo de folga...
3º) Estarás condenado ao eterno cansaço físico e mental...
4º) Terás gastrite, se tiveres sorte. Se fores como a maioria, terás úlcera, pressão alta, princípios de enfarte, estresse e depressão...
5º) A pressa será tua sombra e tuas refeições principais serão o lanche da padaria da esquina, a pizza do pescoção ou uma coxinha comprada no boteco mais próximo do local onde realizarás as reportagens...
6º) Teus cabelos ficarão brancos antes do tempo; se te sobrarem cabelos...
7º) Tua sanidade mental será posta em xeque antes de completares cinco anos de trabalho...
8º) Ganharás muito pouco, não terás promoção, não terás perspectiva de melhoria e não receberás elogios de seus superiores e leitores. Porém, as cobranças serão duras, cruéis e implacáveis...
9º) Trabalho será teu assunto preferido; talvez o único...
10º) A máquina de café será tua melhor colega de trabalho; a cafeína, porém, não fará mais efeito...
11º) Os botecos que ficam abertos de madrugada serão tua única diversão e somente neles poderás encontrar malucos iguais a ti...
12º) Terás pesadelos freqüentes com horários de fechamento, palavras escritas erradas, reclamações de leitores, matérias intermináveis, processos, gritos ao telefone… E, não raro, isso acontecerá durante o período de férias...
13º) Tuas olheiras e mau humor serão teus troféus de guerra...
14º) Por mais que sejas um profissional ético, serás visto na rua como um canalha...
15º) E, apesar de tudo isso, haverá uma legião de “focas” querendo ocupar o seu lugar.”

texto enviado pelo amigo jornalista Beto Rossati (autoria não identificada)

4.5.09

É A MINHA VIDA!

Amo cada sinal do meu rosto...
Cada ruga que surge após a tempestade;
Me orgulho de cada expressão, mesmo sofrida.
É a minha vida!
A pele que insiste em sobrar na barriga que gerou;
Cada marca conquistada com sacrifício e muita dignidade...
Me orgulho sim!
E não ofenda meu ego me pedindo pra tirá-las!

(inspirado em palavras do professor Hugo Mengarelli / UTP Curitiba)


foto:Foto: Guacyr Aranha

3.5.09

Coisas que eu sei

"Quanto mais eu mexo mais afundo em mim...

Eu moro num cenário, num lado imaginário,

Eu entro e saio sempre quando estou afim..." (Danni Carlos)

video

Quem sou eu

Minha foto
Pato Branco , Paraná, Brazil
Jornalista da Tv Sudoeste, Rede TV! uma das emissoras da Rede Celinauta de Comunicação.