29.6.10

Certezas

Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível…
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento…e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um NÃO que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como SIM.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros… Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim… e que valeu a pena.

Mário Quintana

14.6.10

Soneto do amor total

Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.
Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.
Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.
E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Vinícius de Moraes

13.6.10

TRAIÇÃO: POR AMOR OU FALTA DELE?

Dizem que a infidelidade é da natureza masculina, que os homens são estimulados a trair para reafirmar sua masculinidade.
Então quer dizer que os casos extraconjugais não interferem no amor que um homem sente pela sua mulher?
Isto ajuda a entender algumas coisas...
Acredito que se um homem busca aventuras para se sentir melhor, o problema é com ele e não com a relação. Falta de amor próprio, talvez.
Pense em quantos casos você conhece de homens que abandonaram a mulher que amam por causa de uma aventura. Lembrou de algum? Nem eu!
Por outro lado, especialistas dizem que a mulher tende a trair por amor, amor a um homem. Se não for isso, pode ser para chamar a atenção do seu parceiro, levantar a auto-estima. Vingança, talvez...
Eu ainda acredito e busco um relacionamento que nos deixe completamente felizes sem necessidades extraconjugais. Sem interferências, sem casos...
Pode até ser utopia, mas acredito e espero.
Viver na desconfiança é muito ruim. Conviver com alguém que se sente culpado porque traiu, também.
Resumindo, quando se ama verdadeiramente, a traição ou a infidelidade trazem muita mágoa para os dois lados.
Se é possível superar, não sei...
O que sei é que das grandes traições iniciam-se as grandes renovações, como diria o poeta. Sei também que em primeiro lugar é preciso se amar, para poder dar algo de bom ao seu parceiro. Então, fica o aprendizado, não o ódio.
Também fica tudo de bom que esse amor proporcionou. Prefiro seguir com o coração limpo e em paz.
O tempo ajuda a curar a mágoa.

12.6.10

Uma lição de vida...

Esta é a dona Antônia, que encontrei vivendo em uma casinha simples na zona rural
do município de Marmeleiro, Sudoeste do Paraná.
Neste domingo, 13, a aposentada comemora 110 anos de vida.
Quando recebi o desafio de fazer uma reportagem com ela, pensei muito sobre o que significaria pra mim protagonizar mais mais de um século de história, como ocorreu com ela. Refleti sobre quantas alegrias ela teve, no que a decepcionou, no que a motiva hoje. Lamentavelmente, a memória da dona Antônia não ajuda mais. Ela mal lembra dos nomes dos seis filhos.
O que mais me surpreendeu foi a resposta que ela deu quando eu perguntei o que é necessário pra que as pessoas tenham vida longa como a dela.
A equipe médica que a acompanha disse que dois fatores foram importantes: a alimentação saudável da vida no campo e atividade física – dona Antônia cuidou sozinha da casa e da lida na horta e no jardim até os 104 anos!
Eu, nos meus 36 anos, muitas vezes me pego com preguiça, com desânimo...
O que são três décadas pra quem passa de um século?
Confesso que me senti envergonhada...
Hoje, a aposentada enfrenta problemas de saúde inevitáveis com tanta idade. Não enxerga direito, anda com dificuldade e trata de problemas com a pressão alta. A voz é fraca e muitas vezes ela não entende o que perguntamos.
Mas isso não a impediu de sorrir quando amigos fizeram uma festa surpresa com balões, bolo e presentes.
Voltando à resposta sobre a longevidade, a senhora experiente na vida me disse baixinho, mas com todas as letras: “Deus me deu esse privilégio porque nunca desejei o mal de ninguém, nunca tive inveja, sempre fui correta. Por isso sou abençoada e confio minha vida nas mãos do meu Senhor Jesus Cristo.”
Precisa dizer mais?

Coisas que a vida ensina...

Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus paramostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo.
Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças a cerca de suas ações.
Obrigado, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves queabrem portas para uma vida melhor.
O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,destrói preconceitos,cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado... e vive a vida mais alegremente.

(coletânea de autores)

8.6.10

Paris...

Retorno de dias inesquecíveis em Paris
De conhecimento, de cultura
De amor, de vida
Dias de sorrir das coisas simples ao lado do meu bem
De descobertas
De curiosidades
De cantar juntos aquela música do Djavan que os outros não entendem
De um mundo antigo tão atual
De pessoas que se cruzam e que não se veem
Dos que sabem dizer “muito obrigado”
Dos que vão na veia das artes
Para mim, fundamentalmente
Dias de paixão!
Pela sensibilidade humana
Pela capacidade de criar
Pela generosidade
Por quem me fez tão feliz...

Quem sou eu

Minha foto
Pato Branco , Paraná, Brazil
Jornalista da Tv Sudoeste, Rede TV! uma das emissoras da Rede Celinauta de Comunicação.