30.12.12

Por enquanto...

"Mudaram as estações, nada mudou...
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu.
Está tudo assim, tão diferente.
Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar
que tudo era pra sempre, sem saber que o pra sempre sempre acaba.
Mas nada vai conseguir mudar o que ficou.
Quando penso em alguém, só penso em você.
E aí então estamos bem.

Mesmo com tantos motivos
Pra deixar tudo como está.
Nem desistir, nem tentar.
Agora tanto faz...
Estamos indo de volta pra casa."
(Renato Russo)

26.12.12

NATAL NO LAR DOS IDOSOS

      Enquanto muitos estavam preocupados com as suas Ceias Majestosas, com os seus presentes caríssimos, eu, meus filhos, minha família e algus amigos estávamos fazendo uma festa que não tem preço! A festa de Natal para os Idosos do Lar São Vicente de Paulo. Há alguns anos nosso encontro com eles no Natal é sagrado. São 37 pessoas que vivem longe de suas famílias, alguns completamente abandonados por elas. Estão cercados pelo carinho e cuidados da equipe de irmãs, funcionários e voluntários do Lar. Para eles, a visita do Papai Noel, um presentinho, um abraço, um minuto de conversa, uma cantoria daquelas músicas antigas... são momentos tão importantes que nem sei como descrever. Definitivamente, a festa no Lar dos Idosos é meu maior presente de Natal!  Agradeço aos amigos que todos os anos prontamente se dispõem a colaborar!!!

 

 











 
 


22.12.12

UMA VIDA SEM SENTIDO É PIOR DO QUE O FIM

Enquanto a moda é falar no fim do mundo, vamos nos preocupar em ressucitar nossa própria existência.
Faça agora o que tem que ser feito.
Tome uma atitude!
Lute pela sua felicidade.
Quando estiver morrendo, teu orgulho não vai te salvar.
Termino este ano com a consciência tranquila.
Mudei quando foi necessário.
Busquei oportunidades.
Não me envergonho nem me arrependo de ter dito: "eu amo você".
Deixo 2012 pra trás junto com tantas coisas que me fizeram mal.
Carrego para o futuro as experiências que me fizeram crescer.
Também deixo a porta aberta pro ano novo entrar com muita luz e energia positiva.
Agradeço aos meus amigos e à minha família pelo apoio incondicional.
E digo que continuo firme porque os planos pra 2013 não são poucos!!!!

12.12.12

Foi D+


Quebrar paradigmas também é bom...

Aquele malbec argentino que comprei pra gente ainda estava lá.
Olhei pra ele, ele olhou pra mim e pensei: por que não?
Prejuízo moral tudo bem, mas material a gente pode evitar né?
Tomei sozinha!
Agora tô aqui, rindo da situaçao!

7.12.12

O TEMPO COMO ALIADO


"O tempo é o melhor remédio"

Cito esta frase clichê para entrar num tema tão delicado, tão particular e ao mesmo tempo tão corriqueiro: O fim de uma relação afetiva.
Bom mesmo é quando o fim é tranquilo, em comum acordo, sem mágoas.
Mas isso existe?
Normalmente o fim vem recheado de mentiras, intrigas, rancores, traição, dor e até desespero.
Aliás, esta foi a palavra que permaneceu em mim por muitos e longos dias!
Desespero pela frustração de ter sido enganada, desespero pela dor da perda, desespero por achar que não seria capaz do desapego.
Como desapegar de algo que está em mim há anos e que de repente é arrancado com tanta violência que parece que parte do corpo é tomada junto?
Como não se desesperar diante do desafio de sair da  zona de conforto de uma relação tranquila, "com sabor de fruta mordida", como disse brilhantemente Cazuza?
Depois da decisão do fim, o desespero...
Ser forte exige coragem. A recaída às vezes parece o caminho mais fácil.
Mas aí vem o nosso maior aliado, o tempo.
Ele sim trabalha em nosso favor, até mesmo mais do que a nossa vontade ou nossa determinação.
Ver o anúncio daquele filme que vimos juntos ainda dói, mas não derruba mais a lágrima.
Ouvir a música que me fazia soluçar pelo fim, hoje até me faz rir da situação lastimável que vivi e de como me deixei cair.
As fotos ainda continuam no computador, nos álbuns... e vão ficar lá.
Superar também é ter coragem de enxergar e entender que aquilo foi necessário e finito.
O tempo me faz ver que todas as pessoas que deixei entrar na minha vida me deram e receberam algo de bom. Amor, confiança, entrega, apoio, felicidade!
Que me fizeram evoluir, quem sabe até ficar mais insensível depois do fim...
Mas isso o tempo também cura!
E sabe por que? Porque eu QUERO!
Agora o foco é a vida e, por que não, um novo amor!!!

Quem sou eu

Minha foto
Pato Branco , Paraná, Brazil
Jornalista da Tv Sudoeste, Rede TV! uma das emissoras da Rede Celinauta de Comunicação.